Museu de Território “Caminhos Drummondianos”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Museu de Território “Caminhos Drummondianos” é formado por quarenta e quatro placas-poemas de Carlos Drummond de Andrade, a saber: A Ilusão do Migrante, O Maior Trem do Mundo, Banho, Lanterna Mágica, Documentário, Imagem Terra Memória, Coqueiro de Batistinha, Herói, Antônio Camilo de Oliveira, Procissão do Encontro, Terrores, Cultura Francesa, Sobrado do Barão de Alfié, José, paredão, O Inglês da Mina, Alfredo Duval, Primeiro Automóvel, Criação, Passeiam as Belas, Cemitério do Cruzeiro, Os Pobres, Sino, Furta-Fruto, O Criador, Casa, Câmara Municipal, O Dia Surge da Água, Canção de Itabira, Dodona Guerra, Os Gloriosos, Cemitério do Rosário, Pintura de Forro, Tantas Fábricas, Música Protegida, Guerra das Ruas, Memória Prévia, Repetição, Uma Casa, O Resto, Ausência, Confidência do Itabirano, Edifício Esplendor e Infância. Estas placas que resgatam a “Velha Itabira” permitindo uma viagem ao vivo pela obra do poeta. As placas-poema dos caminhos Drummondianos referenciam fatos, locais e personagens que fizeram parte da vida de Drummond em Itabira ou nas lembranças de sua terra natal. Um aspecto importante dos Caminhos Drummondianos é possibilitar um contato público com a poesia Drummondiana ao mesmo tempo que mostra a preservação do patrimônio histórico. Este atrativo também reforça a importância de Itabira como Pólo de Turismo Cultural . As fotos mostram algumas placas com os poemas e onde estão localizadas.

Mais Informações na Fundação Cultural Carlos Drummond Andrade Telefone: (31)3835-2102.

Deixe uma resposta